Carille aposta em rodízio do meio para frente e diz ter mais do que 11 titulares no Corinthians

Escrito por
Atualizado: agosto 19, 2019

Técnico passa a fazer modificações frequentes na equipe após recesso da Copa América

Corinthians é um time mais imprevisível depois da Copa América. Além de fechar treinos e esconder escalações, o técnico Fábio Carille passou a mexer na equipe a cada jogo e escolher seus titulares em função dos adversários.

O treinador vem fazendo um rodízio de atletas, sobretudo do meio para frente. Um dos motivos para as trocas é evitar lesões e manter a intensidade. As mudanças, porém, também têm motivações táticas, como o próprio Carille explicou após a vitória sobre o Botafogo, no último sábado.

– Vai das características, dependendo do jogo. Eu não tenho 11 titulares – afirmou.

Jogadores titulares do Corinthians na partida contra o Botafogo — Foto: Marcos Ribolli

Das modificações, duas são mais recorrentes: Sornoza e Mateus Vital se alternam na função de meia central do Timão, e Vagner Love e Boselli se revezam no comando de ataque.

Diante de adversários mais fechados, em que a bola parada pode ser decisiva, Sornoza é acionado. O equatoriano foi titular diante de CSA, Flamengo, Montevideo Wanderers, Palmeiras e Internacional. Já Vital, que oferece mais mobilidade e tem facilidade para driblar, começou as partidas contra Fortaleza, Montevideo Wanderers (volta), Goiás e Botafogo.

No ataque, Carille parece recorrer a Love quando precisa de mais velocidade, enquanto Boselli é utilizado contra adversários mais fechados e fortes pelo alto. Gustagol corre por fora na disputa, após perder espaço por conta de lesão.

A ponta esquerda do ataque também tem alternância entre Everaldo e Clayson. Como o primeiro não pode disputar a Copa Sul-Americana por já ter atuado pelo Fluminense, já está certo que o camisa 25 será titular na quinta-feira, diante do mesmo Tricolor carioca.

Boselli foi titular diante do Botafogo — Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

As constantes mutações vêm dando resultado. O Corinthians está invicto depois da Copa América e se aproximou dos líderes do Brasileirão – é o sexto, a cinco pontos do líder Santos.

– Acho que as coisas estão acontecendo no momento certo. Acredito que tenha espaço para crescer mais ainda. Chegamos em uma situação muito boa para um mata-mata – afirmou Carille.

FONTE: GLOBOESPORTE.COM

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.