Apresentados, Gerson e Pablo Marí querem estrear pelo Fla no domingo

Escrito por
Atualizado: julho 20, 2019

Meia brasileiro e zagueiro espanhol concederam entrevista no CT George Helal. Treinando com desde segunda, os dois podem enfrentar o Corinthians

O dia foi de apresentações de reforços no CT do Ninho do Urubu. O zagueiro Pablo Marí e o meia Gerson, contratados em julho pelo Flamengo, falaram como jogadores rubro-negros pela primeira vez e já se colocaram à disposição de Jorge Jesus para o jogo de domingo, contra o Corinthians na Arena, pelo Brasileirão. Os dois estão regularizados e trabalhando com o elenco desde segunda-feira.

“Minha ida para a Europa me fez muito bem. Sai visto como um atleta que cadenciava o jogo, voltei com pensamento e estilo de jogo diferente. Estou aí. Se (Jorge Jesus )precisar, estou pronto”, disse Gerson, o novo camisa 15 do Flamengo.

O defensor espanhol repetiu o discurso, deixando a decisão para o treinador.

“É uma decisão do treinador. Estamos treinando bem, há alguns dias. Ele que tem que decidir se estaremos domingo no jogo”, afirmou o zagueiro Pablo Marí.

Gerson retorna ao Brasil após três temporadas na Itália – duas pela Roma e uma pela Fiorentina. O meia de 22 anos teve 100% dos direitos econômicos adquiridos pelo Flamengo e assinou contrato até 31 de dezembro de 2023. A transferência custou cerca de R$ 49 milhões aos cofres do Rubro-Negro.

Pablo Marí, por sua vez, foi comprado do Manchester City, da Inglaterra, após ter seu empréstimo com o Deportivo La Coruña, da Espanha, encerrado em junho. O Flamengo pagou aproximadamente R$ 5,5 milhões pelo zagueiro, que, aos 25 anos, tem vínculo com clube carioca até 31 de dezembro de 2022.

Revelado pelo Fluminense, o meia Gerson chega para resolver uma carência apontada por Jorge Jesus no meio de campo do Flamengo: segundo volante. Após duas temporadas na Roma e uma na Fiorentina, o brasileiro de 22 anos comentou os aprendizados e evolução que teve atuando no futebol italiano.

“Eu sai daqui como meia. Na Itália, quando cheguei, primeira coisa que aprendi lá foi me dedicar muito na marcação. Foi muito bom para mim. Cresci como jogador. Estou à disposição do clube e do treinador. A posição que ele pedir, dentro do que sei fazer, vou me doar 100%”, explicou o jovem meio-campista.

Rosto pouco conhecido dos torcedores brasileiros, Pablo Marí preferiu não falar muito sobre suas características, deixando “o campo falar” quando entrar em campo. O espanhol, contudo, reforçou que chega para brigar pela titularidade.

“Como pessoa nunca gosto de mostrar minhas características e qualidades, prefiro que as pessoas falem de mim. Sou trabalhador, competitivo, e vou brigar por uma vaga na equipe. Sou um a mais”, afirmou o novo camisa 4.

FONTE: LANCE

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.