Você pode imaginar, mas Deus não mudou com o “politicamente correto” – por Gessi Taborda

Escrito por
Atualizado: outubro 20, 2017

FILOSOFANDO

Se me submeto apenas aos costumes religiosos não estarei amparado no verdadeiro ensino de Deus, e com Ele não viverei uma experiência, porque frequentar igrejas é diferente de viver uma experiência profunda com Deus.” GESSI TABORDA (1951), jornalista finalmente aposentado, criador da Coluna em Linhas Gerais.

FORÇANDO A BARRA

Na coluna desse sábado vou tocar num tema que deveria merecer a reflexão de todos. Fui estimulado a isso ao ver ontem – mais uma vez – o programa “Que Mundo é Esse”, documentário de jornalistas globais sobre a Rússia, sob o pretexto de mostrar como é na atualidade o país que vai sediar a Copa de 2018.

IMPOSIÇÃO GAY

Como não poderia deixa de ser, um dos objetivos principais da matéria foi o de mostrar uma Rússia de trogloditas incapazes de renunciar a costumes e valores da tradição de seu povo, principalmente por não seguir a cartilha do politicamente correto liberando geral a dominação da filosofia gay, onde pelo menos na visão dos fazedores de opiniões da “Vênus Platinada” –como antigamente se denominava o estilo Globo – a sociedade “conservadora” tem de liberar e aceitar a imposição das minorias.

O repórter transmitiu com expressão horrorizada a informação de que na Rússia não se tolera a manifestação pública de gays e lésbicas se beijando, se acariciando, etc.

DEUS MUDOU?

Desde a minha mais tenra idade, ainda nos tempos em que participava das aulas de catecismo, aprendi que há um Criador, o nosso Deus. E que Ele ao criar o ser humano, diz a Bíblia, “macho e fêmea os criou”. Até hoje o homem é a mais impressionante das criações. E o Criador definiu o homem como sendo sua imagem e igual semelhança. Deus por tudo que aprendi, só usou dois modelos nessa criação: o macho e a fêmea.

Hoje, diante da ferocidade e insistência com agem os defensores daquilo que não está nos cânones da criação parece que uma grande parte das pessoas imagina que Deus mudou. Será?

DETURPAÇÃO

Estou fora da comunhão nas igrejas há muito tempo. Agora senti o desejo de voltar para ajustar ainda mais a união da família. E assim andei fazendo visitas a igrejas e não me senti confortável como esperava. Vi coisas exemplos de que mesmo nos templos os “fiéis” insistem em deturpar as leis eternas, o ensinamentos do Criador.

Não fiquei nada feliz com “fiéis” expondo como se tivessem orgulho delas, tatuagens pelo corpo. E isso sem falar no verdadeiro desfile de modas e ostentação do luxo em joias e adornos caríssimos em suas vestimentas sedutoras.

É claro que as pessoas têm o livre arbítrio para seguir sua própria vontade, definir seu próprio movimento e criar seu próprio pensamento. Mas o que estão fazendo é deturpar a própria lei de Deus.

NÃO PREVALECERÁ

As pessoas não aceitam o determinismo divino. Não acreditam que tudo o que fugir do princípio estabelecido pelo Criador não prevalecerá. Nem mesmo o modismo do politicamente correto vai ser consolidado.

Tenho tido ao longo dos meus 66 anos de existência exemplos claros de que todos aqueles que resistem à auto aceitação das leis do Criador, invertendo os valores, negam a si próprios mesmo que só venham a descobrir isso quando seu destino se findar no pó. Não há vontade sobre a terra que esteja acima da Vontade de Deus.

INIMIGOS DE DEUS

Em relação às igrejas (certamente deve existir honrosas exceções) hoje parece ser preocupação maior ocupar espaço no Poder, escamoteando a existência do pecado e a necessidade da resignação para conseguir um grau de purificação compatível com a exigência do Poderoso. As igrejas estão cheias de inimigos de Deus, como políticos reconhecidamente corruptos praticam a comunhão como se passassem desapercebidos dos olhos de Deus.

SIMULACROS

Quem – essa é minha opinião – não se conforma e não aceita os moldes de Deus para sua matéria humana, violando-o com modismos do tipo tatuagem ou modifica sua elaboração natural criando assumindo uma aberração de gênero faz de si mesmo um deus. Pura falta de discernimento: são meros simulacros, um produto de revoltas internas, de rebeldias que não serão esquecidas e nem perdoadas no ajuste final de contas.

OS RUSSOS

Não posso afirmar sobre quais os motivos que levam a Rússia a não ser engabelada por esse pensamento idiota do politicamente correto. Não sei se há motivação divina nisso, mas certamente a Rússia não é único país do mundo a preservar as afirmações dos dogmas de Deus em relação à sabedoria da criação.

Se a criação original obedeceu à vontade do Poderoso (macho e fêmea os criou, como diz a Bíblia) a Rússia está isso sim, entre os países que homenageiam o grande artista do universo, imutável, acima de qualquer modismo, o Deus que diz: Eu Sou!

PERFEITA

A obra de Deus é mais perfeita que a insatisfeita obra do homem! Deus criou o homem à sua imagem e semelhança. Pessoalmente não acredito que a imagem e semelhança do Criador aproximem-se de qualquer falsificação humana revestidas de modas sociais que não resistirão ao tempo.

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *