O prefeito vai para o prédio do relógio com um atestado de honestidade – Por Gessi Taborda

Escrito por
Atualizado: maio 17, 2019

COISA BOA

Não escondo diante de ninguém meu descontentamento com a mídia atual. Daí o desejo de afastar-me de vez do compromisso de escrever rotineiramente essa coluna, publicada há décadas na imprensa rondoniense.

Para quem se aposentou após mais de 45 anos de contribuição com a previdência, é cada vez mais penoso manter a disposição de falar de política, onde mesmo garimpando muito é muito difícil encontrar alguma coisa boa para ser retratada em coluna ou até crônica. Entretanto na coluna de hoje é um fato positivo, um bom assunto para comunicar!

BOA MUDANÇA

O leitor já percebeu como aquilo que sai na nossa mídia (grande parte domesticada) serve para, cada vez mais, consumir nossas melhores esperanças? Então, especialmente hoje, peço licença a ilustres colegas, como Arimar Souza de Sá, para outra vez caminhar pelas sendas da crônica e abrir com essa notícia boa, especialmente para os leitores da capital rondoniense, Porto Velho. Sim, a prefeitura começou a mudar! Na segunda-feira, 20 de maio o gabinete do prefeito já estará atendendo no histórico Prédio do Relógio, completamente reformado, num trabalho onde se respeitou o valor histórico do local que foi a sede administrativa da Estrada de Ferro Madeira Mamoré. Isso inegavelmente é uma boa notícia para Rondônia.

Demorou, mas já está funcionado. Constatar que a presença do paço municipal ali certamente vai revitalizar a área é uma boa esperança. A reativação do Prédio do Relógio soa como o prefeito Hildon Chaves dando uma banana para quem acha que o sonho de colocar a capital nos trilhos de uma nova época de desenvolvimento acabou! Está confirmado: gosta do que faz e sente prazer em servir aos outros.

MENTIRINHA

No Brasil – por isso não poderia ser diferente em Rondônia – não falta dose de mentira para preencher o vácuo entre o fato e a versão. E é essa a conclusão a que chegamos quando buscamos analisar a propaganda oficial, ferramenta claramente utilizada para torrar o dinheiro do contribuinte e enricar ainda mais um ínfimo grupo de apaniguados dos poderosos. Então está aí a realidade: não acontecerá nada – pelo visto – diante dos gastos injustificáveis com publicidade oficial pela Assembleia Legislativa no passado. O último contrato firmado na gestão anterior sob o comando de Maurão de Carvalho ultrapassou 14 milhões de reais. Grana prá Dedéu! E a propaganda do Legislativo no passado recente não chegou a ser nem subproduto da verdade… Por que ninguém foi sequer – ao que parece – até agora pelo menos investigado. O povo ficará sem respostas e terá de se contentar com boatos e nada mais.

TAPA-BURACOS

Outra boa noticia: já começou a grande operação tapa-buracos da prefeitura. A frente de recuperação das ruas danificadas no longo período de chuvas desse 2019 vai recompor a massa asfáltica em todas as regiões de Porto Velho dando primazia para as vias utilizadas como corredor de transporte de passageiros da capital rondoniense. O prefeito reconhece que há vários fatores responsáveis pela deterioração das vias públicas da capital além das chuvas. Nas gestões passadas nunca houve preocupação com a qualidade do pavimento, feito quase sempre para a vitrine das eleições. Assim, centenas de ruas receberam asfalto sem redes de drenagem, sem serviços de terraplenagem de qualidade, etc., etc. E assim, as crateras surgem após as chuvas de qualquer intensidade.

DE FORA

Ivonete Gomes, a secretária municipal dos Esportes, usou de toda sinceridade para afirmar que está fora do processo eleitoral de 2020. Ela garantiu estar decepcionada com sua participação nos pleitos anteriores e, disse, “apenas trabalha com o mesmo afinco” na gestão dos Esportes, pelo amor à sua terra natal, que é Porto Velho. Certamente não deixará de contribuir para a possível campanha de reeleição do prefeito Hildon Chaves.

RUAS ESQUECIDAS

Peço mais uma vez vênia ao companheiro Arimar Souza de Sá, especialista em crônica e um dos menestréis da cidade onde vivemos. Desejo que ele ponha sua pena a serviço da poética das ruas dessa tão mal amada cidade de Porto Velho. Afinal, ele como eu, acreditamos que as ruas têm alma, sentimento, emoções, como as pessoas que nelas transitam.

Em Porto Velho, por culpa das suas gestões anteriores, há um numero impressionante de ruas mal encaradas, sujas, como se não estivessem no mapa. São ruas esquecidas pelos sucessivos governantes, desde quando o estado se emancipou. É claro que nem todas as ruas são feinhas, deslambidas como mulheres de cabarés pobres antigos que não existem mais. São estas ruas que entraram finalmente no radar do gestor público, pelo menos no segmento da iluminação pública e iluminou a vida das pessoas humildes que pareciam acostumadas ao sofrimento de governantes que só apareciam nesses “pedaços” quando eram candidatos a mais um cargo público.

METIDAS

Hoje Porto Velho está cheia de ruas enxeridas, isso porque muitas delas filhas da lama e da poeira mudaram de status e nem parecen mais aquelas ruas nascidas das invasões comandadas por políticos com a coragem de Raquel Cândido, hoje totalmente esquecida.

Ver as ruas do Caladinho, da zona leste, é sentir o calor humano e ver o efeito causado pela argamassa de suor e lágrimas nas suas calçadas atuais daqueles que no princípio foram para lá como meros conquistadores de terrenos vazios a ser ocupados.

Há ainda muitas ruas dessa desamada Porto Velho que sentem o peso da miserável situação em que foram criadas. Essas ruas estão conseguindo, como nunca, debutar na passarela das celebridades urbanas, virando ruas nobres, limpas, evoluídas pela batalha ciclópica do gestor público que vai vingando aos poucos os verdadeiros responsáveis pelo abandono de décadas!

REDES SOCIAIS

Fonte das mais credenciadas da prefeitura municipal de Porto Velho acabou revelando a destinação principal do prédio onde até o final de semana funcionou a sede da gestão de Hildon Chaves. Ali estará funcionando o cérebro do sistema de informática do município, certamente incluindo a gerência das ferramentas das redes sociais.

As redes sociais cumpriram um papel importante na vitória de Chaves. As mídias sociais fizeram do candidato desconhecido o nome que representou a novidade capaz de modificar a prática política em Porto Velho.

COM FORÇA

No início de sua gestão o prefeito era presença constante nas redes sociais e manteve uma aprovação popular invejável. Mas o prefeito se elegeu sem conhecer de fato as limitações econômicas de uma herança caótica. Preocupado em buscar soluções econômicas para evitar uma previsível falência da administração pública, Hildon reduziu sua presença nas redes sociais. Agora o prefeito poderá fortalecer ainda mais o aspecto tecnológico das comunicações sociais de sua gestão com, como se imagina, disponibilizando um espaço mais apropriado para o desenvolvimento das ferramentas de TI do município.

REFRESCANDO A MENTE

O povão poderá ser mais bem informado das conquistas do prefeito na recuperação a conjuntura econômica e política que recebeu. Muitas das propostas de campanha do prefeito ainda não avançaram como ele próprio desejou. Com a utilização correta das redes sociais, o povão vai se recordar de que o prefeito Chaves chegou ao comando do município sem “ser político” vindo de uma carreira empresarial de sucesso.

É HONESTO

É, Hildon entrou na política em um momento em que Porto Velho viveu os piores momentos de sua história, tanto pela desbragada prática da corrupção como pela irresponsabilidade em segmentos fundamentais, como o transporte público e a saúde.

O povo estava cansado da velha política. E continua não acreditando em nomes messiânicos. Se Chaves manter a atuação política mais dinâmica, falando diretamente com o povão provavelmente terá chances de obter um novo mandato. Ele tem a seu favor após todo esse tempo à frente da prefeitura um atestado importante: é honesto!

AUTOR: GESSI TABORDA –  COLUNA EM LINHAS GERAIS –  JORNALISTA

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.