A TRÓIKA DO MDB RONDONIENSE DEVE ACABAR SOZINHA NO PICADEIRO – Por Gessi Taborda

Escrito por
Atualizado: maio 17, 2018

ATÉ EU

Depois de ouvir as lengalengas do presidente Temer tentando contar a lorota de que seu governo foi um sucesso, realizando em dois anos mais do que se conseguiu em 20 anos, não me surpreendi com a hipócrita afirmação de Pedro Parente, afirmando que a Petrobras recuperou-se da falência causada pela mais fantástica prática da corrupção que se viu no Brasil.

Para conseguir um lucro bilionário, o que se viu foi a elevação dos preços da gasolina e do diesel às nuvens. Leve-se em consideração que nesse período não houve mais investimentos; ao mesmo tempo em que a Petrobras se beneficiou da alta do petróleo, pois, graças ao pré-sal o Brasil passou de importador a exportador. O preço que o povo brasileiro está pagando por isso é muito caro. Assim, até você, leitor, poderia ter conseguido esse lucro bilionário da estatal.

LINCE

Li numa dessas colunas de sites umbilicalmente ligados aos interesses políticos do presidente da Assembleia Legislativa rondoniense na hora do pega prá capar, os aliados Maurão de Carvalho, Confúcio Moura e Valdir Raupp estarão sozinhos no picadeiro, com cada um defendendo apenas seu próprio interesse, num autêntico cenário de guerra de bugio. Como a revelação dissimulada teve como autor um dos linces da crônica político acho melhor botar fé nesse desfecho.

EXTEMPORÂNEA

É espantoso constatar como os deputados estaduais não estão nem ai para uma mudança de posição dos órgãos de controle externo, nem mesmo de uma ação mais direta do Ministério Publico Eleitoral. O modus operandi de veicular publicidade visivelmente eleitoral continuou nas edições dos jornais do dia 16, com a veiculação de propaganda de página inteira para a autopromoção dos parlamentares. É fácil compreender o motivo desse desrespeito à legislação da publicidade paga com o dinheiro do contribuinte. Ela é apenas uma cortina de fumaça para a propaganda eleitoral antecipada, na esperança de que assim vá reduzindo a resistência do eleitorado em reeleger os políticos da atualidade. É uma pena que os responsáveis para coibir esse tipo de abuso parecem resignados e decididos a não fazer nada.

UMA DÚVIDA

Se Brasília não tivesse sido construída, será que teríamos nos dias de hoje esse escândalo da “Lava Jato”?

É DO PT

Regina Célia é senadora pelo Piauí. É claro que ela é do PT. Ganhou destaque nas redes sociais ontem por uma posição inusitada: a defesa do aborto porque a criança pode nascer com rinite ou sinusite. E bate o bumbo…

FRAUDULENTA

Ninguém sabe o tamanho do rombo nas contas públicas das instituições políticas de Rondônia. Falta investigação. Mas os números são de milhões. POLÍTICOS PRONTOS A PEDIR NOVAMENTE O VOTO SÃO USEIROS E VEZEIROS DE LESAR A SOBERANIA POPULAR. Enquanto esse tipo de político se mantiver na vida pública o estado não estará sujeito à vontade do povo. Exemplo: vide o que acontece agora em Vilhena na eleição suplementar. O clã maldito faz de tudo para continuar dando as cartas e aprofundando a corrupção em benefício próprio e seu grupo. Até quando?

PATAMAR POSSÍVEL

O empresário Chagas Neto anunciando a recuperação da saúde e a disposição de participar da disputa eleitoral. Chagas teve todas as chances no passado, quando foi o grande empresário da construção civil em Rondônia e influente no mundo político, mesmo antes de comandar o PTB, onde era um dos grandes financiadores de campanhas.

Chagas foi deputado federal e secretário de estado (no tempo do Jerônimo Santana) até cair no ostracismo. Para federal não teria chance alguma na disputa desse ano. Agora parece estar decidido a disputar uma vaga na Assembleia. Nesse patamar tem chances, pequenas, mas tem.

IMPLACÁVEL

A roubalheira tem se mantido implacável por muitos anos. E as autoridades rondonienses continuam distante da nova ordem, especialmente no Judiciário federal, de combater sem trégua a corrupção. É por isso que nem mesmo os personagens enriquecidos adoidamente são alcançados pela Justiça. Não podemos esquecer do “investimento” fabuloso feito na Praça da Estrada de Ferro Madeira Mamoré e naquela pedaço de orla do Rio Madeira não passou mesmo de uma maquiagem fuleira. Tudo acabou e o cenário existente hoje lá é idêntico a um muquifo. No entanto que inventou aquela “obra” continua protegido pela impunidade e enriquecido pela corrupção.

COMO ENTENDER?

Com quase todos os amigos íntimos de antigas legislaturas presos ou foragidos da Justiça o presidente da Assembleia Legislativa continua livre e lépido sem ser molestado pelos órgãos do controle externo e pelos responsáveis por inquéritos e ações no judiciário. Mantém com a obsessão eleitoral, imaginando que seu destino está ligado ao comando do Palácio Rio Madeira, onde manterá a blindagem dos tempos atuais.

SOLUÇÃO

O prefeito Hildon  Chaves está determinado a encontrar a solução definitiva para o sistema de transporte urbano de Porto Velho, hoje operado emergencialmente pelo SIM, um meio inventado pela gestão anterior, incapaz de realizar uma licitação para o sistema definitivo de transporte.

O prefeito praticamente já está informado sobre as melhores diretrizes para resgatar esse seu compromisso de campanha, dotando a capital de um sistema moderno no segmento do transporte coletivo. Para isso tem de superar todas as dificuldades herdadas da gestão anterior, resolvendo inclusive as pendências de ordem legal.

E assim, no dia 23, próxima quarta feira, a prefeitura realizará mais uma audiência pública apresentando o projeto básico do novo sistema, no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), localizado no bairro JK, às 19 horas.

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.