Cultura

Palco Giratório: ‘Homens de Solas de Vento’ lota teatro e emociona o público em noite de abertura

Palco Giratório.jpg2Na noite desta quarta-feira (19), o espetáculo “Homens de Solas de Vento” marcou o início da edição 2014 do projeto Palco Giratório em todo o país. Com o teatro lotado, a montagem emocionou o público. Porto Velho é a quarta capital brasileira a receber a abertura do projeto e, com um público cada vez mais crescente e participativo, se tonando uma rota obrigatória para companhias e artistas de todo o país.

 

Na cerimônia de abertura, representantes dos departamentos nacional e local do Sesc salientaram a importância do projeto no fomento a cultura e acesso a arte por todos os públicos, e o lugar de destaque que a capital alcançou durante os 17 anos de trabalho desenvolvido junto ao Palco Giratório, sendo que há seis ele é realizado no estado no formato de festival. “A escolha de Porto Velho [para sediar esta abertura] foi técnica, com base no trabalho desenvolvido ao longo dos anos”, salientou a gerente do Departamento Nacional de Cultura do Sesc, Márcia Rodrigues.

 

A gerente também falou do objetivo do projeto, que este ano deve passar por mais de 40 municípios, com mais de 700 ações entre espetáculos, performances, intervenções, oficinas e workshops. “É levar o Brasil para conhecer o Brasil. Ultrapassar as fronteiras geográficas. O Palco é o maior projeto de fusão e conhecimento da cultura no país”, afirma Márcia.

O presidente do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac, Raniery Araújo Coelho, destacou o esforço do departamento local para a realização do projeto. “É um projeto de suma importância para a nossa cultura e só é possível graças ao esforço dos nossos colaboradores”, diz Raniery.

 

“Estar aqui é uma realização”

“Homens de Solas de Vento”, da companhia paulista Solas de Vento, é um espetáculo que mistura teatro, dança e circo e conta a história de dois homens que, impedidos de embarcar, têm que se adaptar a situação, tendo apenas o espaço do saguão e suas malas. O espetáculo, fruto de pesquisas sobre a utilização de elementos de circo no teatro, foi o primeiro trabalho da Cia, que possui no repertório as peças “Os Perdidos” e “A Volta ao Mundo em 80 Dias”, também marcados pela coreografia circense, aliada ao tema viagem, que é a característica principal do trabalho do grupo.

 

É a primeira vez que Bruno Rudolf e Ricardo Rodrigues se apresentam em Porto Velho e a expectativa era grande. De acordo com os atores, a distância geográfica e o alto custo são barreiras enfrentadas para que, espetáculos como este, cheguem a outras regiões do país. “Estar aqui é uma realização pessoal e da companhia. Nós tínhamos o desejo, mas a viabilização, a capitação de recursos é difícil. Esse projeto é um presente para nós e para o público”, afirma Ricardo.

 

Esta foi a primeira apresentação da companhia no projeto deste ano e se preparam para circular todo o país até o mês de dezembro.

Em Porto Velho, a programação especial de abertura segue até domingo (23) e, nesta quinta-feira (20), tem o espetáculo “Viúva, Porém Honesta”, do Grupo Magiluth – PE, às 20h noTeatro Um do Sesc Esplanada.

 

Confira abaixo a programação completa:

 

 

Dia 20/03 (quinta-feira)

– Performance – Curuminzado / Apresentação A (Escovação)

Grupo Soufflé de Bodó Company – RO

17h

Praça Aluízio Ferreira

 

– Viúva porém honesta

Grupo Magiluth – PE

20h

Teatro Um do Sesc Esplanda

 

21/03 (sexta-feira)

– Avoar

Grupo Raízes do Porto – RO

9h30

Teatro Um do Sesc Esplanada

 

– Workshop / A performance nas diferentes linguagens artísticas

Professores doutores Marcos Bulhões e Marcelo Denny – SP

14h às 18h

Audicine do Sesc Esplanada

 

– Louça Cinderela [duas sessões]

Cia Gente Falante – Teatro de Bonecos – RS

– 19h30 e 20h30

Tapiri – O imaginário

 

22/03 (sábado)

– Workshop / A performance nas diferentes linguagens artísticas

Professores doutores Marcos Bulhões e Marcelo Denny – SP

8h30 às 12h30 no Audicine do Sesc Esplanada

 

– Próteses – Aparelhagens humanas e outras poesias

Núcleo de pesquisa em artes cênicas – Sesc/RO

17h30

Teatro Um do Sesc Esplanada

 

– Do Repente

Grupo Lamira – TO

– 20h

Praça das três caixas d’água

 

23/03 (domingo)

Performance – Curuminzado / Apresentação B (Batalha)

Grupo Soufflé de Bodó Company – RO

18h30

Área de convivência do Sesc Esplanada

 

– Corponectivos

Núcleo de pesquisa em dança contemporânea – Sesc/RO

– 20h

Teatro Um do Sesc Esplanada

 

Fonte: Folk Produções

 

 

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
Tags
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com