Servidores fazem pit stop para alertar sobre DSTs no carnaval

Escrito por
Atualizado: fevereiro 12, 2018

Saúde intensifica campanha de conscientização também nos blocos carnavalescos

Bonecos coloridos especialmente confeccionados a pedido do Núcleo de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/AIDS) da Secretaria Municipal da Saúde (Semusa) para a campanha de prevenção do carnaval 2018, deram o tom da alegria e também chamaram atenção não só pela criatividade, mas pela importância da mensagem, durante pit stop realizado por servidores da Unidade Básica de Saúde da Família, Hamilton Gondin.

Os bonecos fizeram do grito de abertura de carnaval um grito de alerta e de conscientização, em frente a unidade. Foram distribuídos preservativos masculinos e femininos, material educativo de prevenção e também orientações sobre o teste rápido.

Antes mesmo de o carnaval começar oficialmente, as equipes da Semusa saíram às ruas nos blocos pré-carnavalescos, com materiais de orientação e distribuição de cerca de 240 mil preservativos.

De acordo com o ministério da Saúde, cerca de 830 mil pessoas vivem com HIV/aids no Brasil, sendo 694 mil pessoas diagnosticadas e 548 mil pessoas em tratamento. A pasta estima também que 136 mil pessoas ainda não saibam que são portadoras do vírus transmissor da Aids e que outros 196 mil tenham ciência de que tem o HIV, mas desconsiderem a necessidade de tratamento.

Fonte: Semusa

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.