Prefeitura de Porto Velho constrói aceiros em área militar para evitar propagação de incêndio

Escrito por
Atualizado: maio 22, 2019

Trabalho determinado pelo prefeito Hildon Chaves foi realizado pela Sema, com apoio da Brigada Municipal

Para evitar a propagação de incêndio em uma área de floresta pertencente à Base Aérea de Porto Velho, na região do Espaço Alternativo, zona Norte, como ocorreu em anos anteriores, a Prefeitura de Porto Velho, por meio da Subsecretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema) e Brigada Municipal, construiu aceiros no local.

O subsecretário Robson Damasceno (Sema), explica que a medida faz parte de um programa preventivo desencadeado pela gestão municipal, determinada pelo prefeito Hildon Chaves, para evitar que a vegetação e os animais que vivem ali, sejam consumidos pelas chamas nesse período de ‘verão amazônico’.

Como a área é bastante extensa e um incêndio no local produz grande quantidade de fumaça, o trabalho também vai evitar que muitas pessoas, especialmente idosos e crianças, sofram com doenças respiratórias devido a inalação da fumaça tóxica.

“Aceiro é o desbaste de um terreno em volta de propriedades, matas e florestas, para impedir propagação de incêndios. O local possui incidência de focos de calor e devido a proximidade com o aeroporto, necessita de segurança e prevenção quanto a acidentes”, acrescentou Damasceno.

Capacitação

Ainda de acordo com a chefe da Brigada Municipal, Carmem Cristina, antes de colocar em prática a construção dos aceiros, foi realizado um curso de capacitação com 30 brigadistas ‘novatos’ para que aprendessem a operar o trator de arado e gradagem disponibilizado pela Sema.

“O curso também vai servir para vários outros tipos de combate. Às vezes, quando o foco está muito grande, temos que fazer uma linha de atuação bem à frente. É para isso que vai servir. Nós temos as lâminas de arado para gente poder fazer esse tipo de serviço”, disse Cristina.

FONTE: Comdecom

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.