Prefeito Hildon Chaves anuncia Procedimento de Manifestação de Interesse para água e esgoto em Porto Velho

Escrito por
Atualizado: Maio 11, 2018

PMI permitirá estudos para implantação do sistema de esgoto e de água

O prefeito Hildon Chaves anunciou, na manhã desta quinta-feira (10), o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) que faltava para realização de estudos para implantação, expansão, readequação e manutenção do sistema de abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto sanitário do Município de Porto Velho.

Segundo o prefeito, o procedimento é o segundo de um pacote de Parcerias Público Privadas (PPP) que ainda serão implantadas neste ano. Através desse chamamento público, diversas empresas de saneamento básico, de todo o país, virão a Porto Velho pedir autorização para a realização desses estudos. “Será a solução de um dos problemas que atormenta o município de Porto Velho há mais de 50 anos, sendo eles a falta crônica de água e saneamento básico”, salientou o prefeito.

Hildon Chaves disse ainda que, segundo o ranking nacional de saneamento básico, a capital de Rondônia está em último lugar. Informou ainda que medidas acerca desses problemas ainda não tinham sido tomadas, devido pedido do ex-governador Confúcio Moura, em 2017, solicitando prazo até o início de 2018 para que Porto Velho tivesse 100% de água tratada.

O chefe do Executivo informou ainda que a prefeitura está trilhando este caminho sozinha, mas que a CAERD continua de responsabilidade do governo estadual e espera que ainda, mesmo que de forma precária, ela continue prestando os seus serviços a população porto-velhense, pois se trata de serviços de natureza essenciais.

Esclareceu que o processo licitatório deverá ocorrer até o final deste ano, pois o mesmo compreende realização de estudos técnicos e processo de licitação em si, e acredita que os trabalhos deverão iniciar-se no primeiro trimestre de 2019.

Na próxima semana, o prefeito anunciará o PMI que contempla Aterro Sanitário e Coleta de Lixo do município de Porto Velho, através de Parceria Público Privada (PPP).

Fonte: Comdecom

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *