Rondônia mostra potencialidades e apresenta tecnologia aplicada na agricultura em feira boliviana

Escrito por
Atualizado: agosto 8, 2017

A Empresa Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RO) integrou a comitiva de Rondônia que visitou a Bolívia nesta última semana. O pedido veio da secretária adjunta da Agricultura, Mary Braganhol, que foi convidada pelo governador de Pando, Luiz Adolfo Flores Roberts, para participar da 14ª Feira Agroindustrial de Pando (Fexpo Pando), realizada na cidade boliviana de Cobija, nos dias 3 a 6 de agosto. Extensionistas da Emater-RO levaram o conhecimento nas práticas tecnológicas voltadas para o café e piscicultura.

Atraídos pela potencialidade de Rondônia, apresentada durante a 6ª Rondônia Rural Show, em especial pelos Caminhos do café, do leite e do peixe, a comissão boliviana presente ao evento sugeriu ao governador Confúcio Moura, um intercâmbio tecnológico entre os dois países. Com a crise do gás e do petróleo que afetou a economia do país com uma queda de mais de 75%, a Bolívia vem buscando alternativas na agricultura a fim de dar sustentabilidade econômica local.

Café de Rondônia para degustação.
Café de Rondônia para degustação.

A Feira Agroindustrial de Pando (Fexpo Pando), em sua 14ª edição, abriu espaço para que Rondônia apresentasse sua potencialidade aos investidores locais e assim, oferecer uma alternativa que trouxesse novas perspectivas para desenvolvimento local. Realizada anualmente em Cobija, capital do Departamento, a Fexpo Pando é um espaço que oferece oportunidade de interação entre os setores empresariais, comerciais e agropecuários e a participação de Rondônia foi muito importante para que os agricultores da região conhecessem as técnicas aplicadas no setor produtivo rondoniense. “As condições edafoclimáticas daquela região são muito parecidas com a nossa, por isso o interesse deles pela tecnologia utilizada em nosso estado”, explica Raphael Cidade, extensionista da Emater-RO, que apresentou as técnicas aplicadas para a produção de café.

A secretária Mary Braganhol teve a oportunidade de, durante um Seminário, apresentar as potencialidades de Rondônia e o crescimento que o estado vem obtendo com os programas de governo oferecidos e com o fortalecimento da agricultura familiar ao longo dos últimos anos. Segundo a secretária, Rondônia tem experiências exitosas que proporcionou um avanço significativo na economia de Rondônia e que pode ser interessante também para os agricultores bolivianos.

Quem visitou o estande de Rondônia durante o evento teve a oportunidade de assistir aos vídeos sobre café, leite e piscicultura, “os mesmos passados durante a 6ª Rondônia Rural Show”, diz Cidade, além de degustar o café produzido e beneficiado em Rondônia. A comitiva também teve a oportunidade de visitar propriedades rurais onde o extensionistas fez uma demonstração das técnicas trabalhadas, como a poda, por exemplo.

Demonstração de técnicas de poda em propriedade boliviana.
Demonstração de técnicas de poda em propriedade boliviana.

Além de participar da Feira com um estande, a comitiva teve um encontro com o governador de Pando, Luiz Flores, onde foram tratados diversos assuntos relacionados à agricultura e pecuária e as possibilidades de intercâmbio tecnológico. “A Bolívia não tem grandes produções hoje, por que sua economia estava totalmente voltada para o gás e o petróleo, porém, com a grande baixa que tiveram a agricultura vem se tornando uma saída viável”, explica Cidade.

O Governador boliviano demonstrou um grande interesse na aquisição do calcário de Rondônia. Segundo ele, atualmente os agricultores compram de Cochabamba, mas a distância entre as cidades encarece muito o produto e comprar de Rondônia traria maior economia aos agricultores.

Outros assuntos discutidos foram a implementação da agroindústria, tema abordado pelo assessor de agroindústria da Seagri, Antônio Henrique Magatti Fernandes e desenvolvimento do setor piscícola rondoniense, pelo extensionista da Emater-RO, Hélio Pinheiro Casara. A secretária Mary irá discutir com o governador e representantes das instituições envolvidas as ações que poderão ser aplicadas a fim de consolidar o intercâmbio entre os dois países.

 

Fonte: Emater – RO

Comentar

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *