53 pecuaristas compraram touros Nelore CFM pela primeira vez em 2018

Escrito por
Atualizado: abril 12, 2019

A Agro-Pecuária CFM, maior fornecedora de touros Nelore CEIP do país, tem elevado nível de fidelização dos clientes. 60% dos mais de 1.300 reprodutores comercializados em 2018 foram adquiridos por clientes antigos. Porém, outro dado salta aos olhos: o expressivo número de novos criadores que passam a usar a genética Nelore CFM.

“Somente em 2018 a CFM vendeu reprodutores para 53 pecuaristas que nunca haviam comprado genética da empresa”, informa o gerente de pecuária, Tamires Miranda Neto.

“Esse dado é muito importante. De um lado, temos elevado índice de clientes que confiam no nosso trabalho e voltam a adquirir touros CFM; de outro, todos os anos atraímos novos compradores pela força da marca e, especialmente, devido à qualidade genética dos reprodutores Nelore CEIP que oferecemos ao mercado”, complementa Neto.

O programa de melhoramento genético da CFM começou no início da década de 1980. Desde então, já foram comercializados mais de 41 mil reprodutores Nelore CFM, volume suficiente para cobrir mais de 1 milhão de matrizes. Esses touros foram comercializados em todos os estados brasileiros e no Paraguai. Em 2018, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Goiás e Minas Gerais foram os estados que mais compraram reprodutores da CFM.

Outro dado importante é o volume médio de compra: 11 reprodutores por cliente. “A CFM atende qualquer perfil de comprador. Podemos vender de um touro a cargas fechadas. Temos oferta de qualidade e condições especiais para todos os pecuaristas interessados em usar nossa genética”, explica Tamires Miranda Neto. Em 2018, os compradores de mais de 16 touros responderam por 59% das vendas; entre 10 e 16 touros, por 20%; entre 3 e 9 touros, por 15%; e entre 1 e 3 touros, 6% dos negócios.

FONTE: TEXTO RURAL COM ASSESSORIA TEXTO COMUNICAÇÃO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.