Porto Velho/RO: Jornalista Gomes Oliveira é agredido e impedido de trabalhar por manifestantes pró indígenas na Audiência sobre mineração no IFRO.

Escrito por
Atualizado: outubro 4, 2019

O Jornalista Gomes Oliveira da Folha Rondoniense foi agredido e impedido de trabalhar nas dependências do IFRO/Porto Velho/RO, por ativistas pró Indígenas, dentro do mini auditório no IFRO, que estavam se reunindo com o deputado federal Mauro Nazif na manhã desta sexta feira.

No auditório principal estava sendo realizado uma audiência publica sobre Mineração em terras indígenas com o deputado federal Coronel Chrisostomo e estava sendo aguardada a presença do Ministro de Minas e Energia.

Manifestantes começaram a gritar para que o jornalista fosse expulso da Sala, e impedido de exercer sua profissão, sendo empurrado e teve seu material de trabalho retirado de sua mão com violência, e o manifestante se recusado a devolvê-lo, sendo que o jornalista conseguiu reaver seu material de trabalho.

Um dos líderes da Reunião, ainda ameaçou o Jornalista Gomes Oliveira dizendo “Vou pedir pro Senhor se retirar para não ser pior pro Senhor”. O que seria esse “Pior pro Senhor”.

Temendo pela sua segurança e pela sua vida, o Jornalista se retirou do evento.

Da Redação Folha

Vejam o Vídeo

 

 

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.