População bloqueia estrada do Belmont em protesto contra os aumentos exorbitantes dos combustíveis.

Escrito por
Atualizado: janeiro 15, 2018

Capital: Um movimento iniciado nas redes sociais (Face book e Watts) iniciado pelo consumidor Rayate Gomes, juntamente com um grupo de amigos, que criaram grupos no WhatsApp e postagens em seus perfis no face book, culminou com a primeira ação da sociedade para demonstrar sua indignação e revolta contra os aumentos abusivos do preço dos combustíveis efetuados pelo governo federal, através da Petrobras.

A Estrada do Belmont é uma  via essencial para o escoamento dos combustíveis que servem a capital e o interior do estado, pois é onde se concentra os grandes distribuidores de combustíveis da capital.

Segundo Rayate, a paralisação do transito de carretas de transporte de combustíveis foi um sucesso, mas fez questão de falar que o transito de carros dos moradores da região continuam normalmente, destacando que inclusive a sociedade tem demostrado simpatia pelo movimento.

Lembrou ainda que o movimento na estrada do Belmont não tem hora para acabar, inclusive estão aguardando a presença de companheiros de Ariquemes e Alto Paraíso que estão chegando para participarem das atividades, especialmente a das 18 horas no espaço alternativo, e conclamou toda a sociedade para participar do movimento e disse “quem não luta por seus direitos, não são dignos de merece-lo”

Esse movimento, segundo Rayate, é uma forma da sociedade se manifestar pacificamente, tomando uma posição corajosa quanto a esses preços absurdos praticados pela Petrobras.

Da Redação Folha

 

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.