Operação Pau Oco: Cleiton Roque e Daniel Pereira não foram presos, só o houve busca e apreensão

Escrito por
Atualizado: abril 12, 2019

As fake News invadiram as Redes sociais e a redação dos Jornais na manhã desta Sexta Feira, anunciando a prisão do ex deputado Estadual Cleiton Roque e do ex governador Daniél Pereira por suposto envolvimento no esquema criminoso dentro da SEDAM/Rondônia.

Ao expressãorondonia, o ex-governador Daniel Pereira, disse, às 8h30, que está tranquilo e absolutamente à disposição da Justiça. Ele pretende dar um entrevista coletiva na à tarde desta sexta-feira.

Na vida pública há quase trinta anos e sem histórico de envolvimento com corrupção ou irregularidades, Daniel acredita está sofrendo retaliações por ter contrariado alguns interesse da Polícia Civil quando foi governador no período de 6 de abril – quando substituiu Confúcio Moura – a 31 de dezembro de 2018, quando passou o comando do estado ao governador Marcos Rocha.

“Na questão de crimes de menor potencial ofensivo, adotei algumas medidas para dar agilidade ao processor e fazer os casos chegar mais rapidamente ao Judiciário e isso contrariou alguns segmentos da Polícia Civil. Não posso afirmar com certeza, mas há quem garanta que esta operação nasceu com o único propósito de me atingir politicamente”, afirma Daniel.

Essa fase – nominada “Teste do Sabre” – tem o objetivo de produzir novas provas em inquérito policial que apura a existência de uma organização criminosa instalada na administração pública estadual a partir de abril de 2018, da qual integrantes do alto escalão estavam voltados ao atendimento de demandas criminosas no setor ambiental, lucrando financeira e politicamente.

Cleiton Roque, através de sua assessoria, informou que o ex deputado esta prestando depoimento junto ao Ministério Publico do Estado , e que o mesmo está tranquilo, pois no final ficara provado sua inocência.

Da Redação Folha

com informações do expressãorondonia.com

 

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.