O doce dia da Caça: Bolsonaro chama Jaime Bagattoli para ser um dos fundadores de seu novo partido e deixa Marcos Rocha como mero expectador

Escrito por
Atualizado: novembro 25, 2019

Segundo a Legislação Eleitoral (LOPP- 9.065,95- Lei Orgânica dos Partidos Políticos) o partido em formação, deverá em convenção votar o estatuto, programa, escolher o nome, o número, sua comissão diretora provisória e tomar outras decisões de interesse da nova agremiação Político Partidária em formação.

Segundo a legislação, são necessários a assinatura em ata de 101 eleitores aptos ao menos de 9 estados, que são considerados os fundadores do Diretório Nacional do novo partido,  e obviamente são considerados os pais do novo partido, o que é uma honra para qualquer signatário da ata de criação do Partido em formação.

Marcos Rocha, como “mais um” na multidão, no lançamento do Aliança pelo Brasil

Representando Rondônia, na ata de criação do Partido Aliança pelo Brasil, segundo Matéria da Folha de São Paulo, esta o deputado federal Coronel Chrisóstomo e o empresário Jaime Bagattoli ex candidato ao senado ao lado do presidente Bolsonaro (Link abaixo)

Imagens veiculadas na mídia mostram claramente o empresário Jaime Bagattoli assinando a ata de fundação do Novo Partido, e o governador Marcos Rocha sentado na plateia como um mero mortal.

Tão logo consiga o registro provisório no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) o Aliança pelo Brasil, deverá encaminhar aos Tribunais Regionais Eleitoral, nomes dos coordenadores estaduais para serem os responsáveis pela coleta de apoiamentos para a formação do novo partido e segundo informações esse nome será o do Deputado federal Coronel Chrisóstomo, que terá como auxiliar nessa tarefa  o empresário Jaime Bagattoli

A ironia, é que Marcos Rocha praticamente fechou as portas do PSL para o empresário Vilhenense, e agora o governador foi alijado  por Bolsonaro no ato de assinatura  da Ata de fundação do novo Partido.

Marcos Rocha vai ter que engolir seu desafeto vilhenense, que juntamente com o deputado federal Coronel Chrisóstomo vão gerir todo o processo de coleta de apoiamentos para a fundação do novo partido do presidente Bolsonaro.

Bolsonaro deu uma demonstração clara de que não deixa soldado ferido no campo de batalha, e prestigiou o empresário Jaime Bagattoli no ato de criação do novo partido, convidando-o para ser um dos fundadores da nova agremiação.

Assessores de Marcos Rocha estão divulgando que será o governador o responsável por todo o processo de fundação do Aliança pelo Brasil  em Rondônia, mas se esqueceram que o deputado federal Chrisóstomo tem vez e voto no Parlamento Brasileiro, e nunca teve seu valor reconhecido pelo turma de Marcos Rocha, já o presidente Bolsonaro reconhece o deputado federal e o ex candidato ao senado  Jaime Bagattoli companheiros de primeira monta e lhes dá o referido Valor.

Portanto pode se dizer sobre a questão entre Marcos Rocha e Jaime Bagattolli, que pediu desfiliação do PSL por estar sendo perseguido por Marcos Rocha e sua Patota, que chegou o doce dia da Caça.

Por Gomes Oliveira – Jornalista

https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/11/fundadores-de-novo-partido-de-bolsonaro-incluirao-assessores-e-parentes-de-deputados.shtml

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.