Marcos Rocha despreza ação da sociedade civil e bancada federal e diz que em 100 dias de governo, reduziu tarifa de energia elétrica para 7,46%

Escrito por
Atualizado: abril 15, 2019

Demostrando que em 100 dias de governo, sua administração nada realizou de excepcional, o governador Marcos Rocha, reuniu alguns iluminados na manhã desta segunda feira no Palácio Rio Madeira na capital, para detalhar como foram seus 100 dias de governo.

Um dado apresentado, chamou a atenção de todos, foi quando Marcos Rocha anunciou que seu governo conseguiu a redução da Tarifa de energia elétrica em 7,46, gerando assim mais uma fake News do governo das Fake News.  Antes  era 25,34% em média desde dezembro de 2018,  e em abril passou  a ser de 17,87%., e não 7,46%

O governador do Estado da Bahia Rui Costa, reduziu a participação do ICMS na conta de energia elétrica e com isso a conta dos baianos caiu consideravelmente,

 Os Estados são um ator importante nesse sentido. Hoje 40 por cento da tarifa são tributos… um dos principais pilares para redução da energia no país passa pelo ICMS dos Estados, e em Rondônia, o governador Marcos Rocha não abriu mão de um centavo do ICMS para que a conta da energia fosse diminuída.

 O DECOM de Rondônia, em  release enviado as redações de Jornais corrobora  com esse fake News e aumenta ainda o tamanho do Fake News  vejam o que o DECOM diz “Um dos destaques foi a conquista na queda de braço contra o aumento na energia elétrica que saiu dos 25% antes anunciados pela empresa para 7,46% da taxa da tarifa de energia para a sociedade rondoniense (SIC). Foi a conquista do diálogo que envolveu o governo e outras instituições que resultou nessa redução da taxa da nossa energia (SIC)”, afirmou o governador, segundo texto divulgado pelo Decom.

O Jornalista Rubens Coutinho, no Tudorondonia.com, trouxe  uma luz esclarecedora sobre esse assunto, vejam “A atenuação do reajuste ocorreu com a combinação de dois fatores. Um deles é o diferimento de parte dos componentes financeiros, apresentado pela Ceron, que vai levar a um desconto de 3,27% no índice médio do reajuste. O outro fator, com impacto redutor de 4,19%, leva em conta o abatimento da parcela do empréstimo da Conta ACR na Conta de Desenvolvimento Energético – CDE, e ajustes nas parcelas referentes a outras rubricas da CDE (CDE USO, CDE Decreto).

O diretor da ANEEL Efrain Cruz, relator do processo, salientou que a redução nas tarifas foi obtida por meio de critérios técnicos. “O grande ponto foi a criação de soluções técnicas que permitiram que a ANEEL, dentro de um ambiente técnico, revisitasse essa tarifa”.

Segundo o Decom, Marcos Rocha disse que o reajuste da tarifa baixou de 25% para 7,46%, o que é uma mentira.”

A Redução da Tarifa  de energia elétrica em Rondônia de 7,46, autorizado pela ANEEL, foi fruto de uma ação da sociedade civil organizada, que inclusive realizou uma manifestação na capital e em todo o estado, e principalmente a ação da bancada federal, que fez gestões junto ao Ministério das Minas e energia e junto a ANEEL para que fosse concedido esse desconto de 7,46 nas tarifa de energias de Rondônia.

O deputado federal Leo Moraes, foi um grande defensor da revisão da tarifa da energia elétrica, inclusive participando de todos os debates, manifestações de ruas, encontros com o ministro de Minas e energia e os técnicos da ANEEL.

Causou estranheza, quando o governador Marcos Rocha, produzindo uma das maiores fake News que se tem notícia, colocou como sua realização pessoal a redução da tarifa de energia elétrica em Rondônia em seus 100 dias de governo, manifestando seu desprezo pela atuação da Bancada federal e da sociedade civil organizada.

Na vontade de mostrar serviço à sociedade de Rondônia, Marcos Rocha, sem nada para apresentar usa serviço e ação dos deputados e da sociedade civil para mostrar algo que não conseguiu sozinho.

Da Redação Folha

Com informações do Tudo Rondôniaa

Jornalista Rubens Coutinho

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.