Lentidão da Comissão que analisa processos de transposição (CEXXT) arrebenta com a expectativa dos servidores, Bancada Federal precisa se posicionar.

Escrito por
Atualizado: agosto 26, 2019

A Comissão especial dos Ex Territórios Federais de Rondônia, do Amapá e de Rondônia (CEXXT) especialmente a primeira Turma, anda a passos de Tartaruga na análise e aprovação dos pedidos de inserção nos quadros  do governo federal dos servidores do Estado ,  impecilhos jurídicos a parte a Comissão precisa agilizar urgente as análises dos processos.

No site eletrônico  http://www.planejamento.gov.br/assuntos/comissao-ex-territorios/atas-1/2019/atas-da-1a-camara-de-julgamento-art-6o-da-ec-79-de-2014, você  pode acompanhar todas as emissões de atas da referida Câmara de julgamento, e lá você poderá ver que os trabalhos estão caminhando a passos de tartarugas.

A Comissão esta soltando os processos requeridos em 2013, a base de 80 processos por mês e já estamos em 2019, com vários processos protocolados, segundo informações, ao todos são mais de nove mil processos a serem julgados , pelo andar dos trabalhos,  o reenquadramento dos servidores só terá terminado aproximadamente no ano de 2029.

A Bancada federal precisa o mais rápido possível encontrar uma solução para agilizar os trabalhos da comissão, pois a inclusão dos nomes dos servidores é o primeiro passo para a inserção no quadro de servidores federais,  até ser incluso em folha de pagamento é outra via sacra.

A expectativa de ser reintegrado nos quadros da União, é muito grande por parte dos servidores. E essa lentidão da Comissão arrebenta com qualquer grau de expectativa dos  requerentes, é muito angustiante essa demora, é um verdadeiro calvário para todos.

Por Gomes Oliveira -Jornalista- Reg Prof 1272/RO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.