Governador Confúcio Moura , a grande incógnita das eleições de 2018 – por Gomes Oliveira

Escrito por
Atualizado: agosto 3, 2017

O peemedebista Confúcio Moura, governador do Estado de Rondônia é sem sombra de dúvida a grande incógnita das eleições de 2018. Ele é candidato a algum cargo eletivo em 2018 ou não?
O Senador Valdir Raupp presidente regional do PMDB é quem rege a orquestra peemedebista no estado de Rondonia, é seu grande maestro, e tem se movimento com muita agilidade nos bastidores da Politica do Estado, não perde um lance. e com certeza acompanha com uma lupa essa questão da candidatura de Confucio em 2018.
Eu sempre digo, que a nação Brasileira deve um imenso favor ao ex jogador e atual senador pelo estado do Rio de Janeiro Romário, que ganhou as eleições para o senado da Republica em 2014, tendo derrotado o ex governador Sérgio Cabral, e impedido que o mesmo nas urnas, obtivesse o mandato de senador e com isso o famigerado “foro privilegiado”, na seqüência , o judiciário fez suco de Sérgio Cabral. Obrigado Romário
O Governador Confúcio Moura, responde a vários inquéritos no STJ e tem se escapado graças ao “foro privilegiado” e o poder dos peemedebistas em Brasília em protegê-lo. A Grande verdade é que o Governador Confúcio Moura sem o guarda chuva do foro privilegiado, sem a proteção de um mandato eletivo federal, com certeza vai seguir o mesmo caminho do ex governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral.
Se ficar como governador de Rondônia até 31 de Dezembro de 2018, significa que em janeiro de 2019 estará sem o foro privilegiado, ai vai correr um imenso perigo, pois os caciques do PMDB estarão preocupados em salvar a própria pele, e vão jogar Confúcio para as “Calendas Gregas”.
Se for candidato nas eleições de 2018, vai ter que renunciar ao mandato, passando o governo pro vice Governador Daniel Pereira, do Partido PSB do ex prefeito Mauro Nazif e do prefeito de Ji-Paraná Jesualdo Pires (dizem que Jesualdo vai trocar de Partido, não acredito) para os planos do senador Raupp isso é terrível, pois sem o apoio da máquina governamental sua reeleição ao senador ficaria mais complicada ainda.
E Confúcio sairia a que? Para o senado da republica “jamé de La vie”, pois o Senador Raupp, que é o presidente do PMDB estadual , apesar do partido poder lançar duas candidaturas ao senado, não consentirá “Never”, não quer concorrência, ainda mais dentro do PMDB.
Sairia do PMDB e tentaria se eleger senador por outra legenda? Difícil, só se costurasse um acordo político com o novo grupo que vai comandar o estado por Nove meses, mas dificilmente vai abandonar o PMDB. Ou não?
Se Confúcio Moura (PMDB), renunciar o governo e passar o comando pro vice Daniel Pereira (PSB), estará dando um tiro mortal na candidatura do presidente da Assembléia Legislativa Maurão de Carvalho (PMDB) fiel avalista do governo ridículo e mixuruca de Confúcio Moura. O presidente da ALE com o apopio da maquina do governo é um fortissímo candidato.
Será que Confúcio imagina que ele sem a proteção de um mandato eletivo federal e sem o foro privilegiado escapará impune dessa montanha de processos que pesa contra ele oriundo das diversas operações da Policia Federal e do MP Federal e estadual? Será que não prestou atenção no exemplo do governador Sérgio Cabral? Anotem ai nas tábuas de Moises. Sem proteção de um mandato e sem foro privilegiado Confúcio também vai virar suco.
A única alternativa viável e segura pra Confúcio é concorrer a um mandato de deputado federal pelo PMDB, mas terá que passar o comando do estado pro vice Daniel Pereira, deixando a ver navios o senador Raupp que ficará sem a estrutura governamental para sua campanha e Maurão de Carvalho idem.
Agora por qual motivo Confúcio Moura iria correr esse risco de ficar sem mandato e sem foro privilegiado e terminaria seu governo? Só para favorecer o senador Raupp no seu projeto de reeleição ao senado da Republica, para colocar toda a maquina do governo para eleger Maurão de Carvalho próximo governador de Rondônia?. E Confúcio sem mandato, como ficaria? Podem ter certeza, o grupo político de Confúcio Moura (A Republica de Ariquemes) esta incomodado com essa situação, e com certeza vão pressionar Confúcio, para que Confúcio primeiro pense em Confúcio depois, bem, depois é depois.
Gomes Oliveira
Jornalista. Reg Prof. 1272/SRTE.RO

 

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *