Agronegócio

Preços da soja registram queda e do milho se mantém firme

De acordo com os dados divulgados, nessa semana, pelo Centro de Estudos em Economia Aplicada (Cepea), os valores da soja caíram no mercado brasileiro nesta semana, pressionados pela menor demanda, pela desvalorização do dólar e pelo clima favorável às lavouras de soja em praticamente todo o Brasil.

A expectativa é de nova safra recorde no País, apesar de as lavouras cultivadas primeiramente poderem registrar menor produtividade. A queda nos preços internos, no entanto, foi limitada pela forte valorização nos contratos futuros negociados na CME Group (Bolsa de Chicago). Entre 13 e 20 de dezembro, os Indicadores ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá e CEPEA/ESALQ Paraná recuaram 0,8% e 0,1%, com respectivos fechamentos de R$ 87,25/saca e R$ 82,95/sc de 60 kg nessa sexta-feira, 20.

E apesar do baixo ritmo de negócios, os preços de milho se mantiveram firmes em muitas praças consultadas pelo Cepea. A maior parte dos compradores está afastada, sinalizando voltar a adquirir grandes lotes apenas em meados de janeiro, quando se inicia a colheita da safra de verão. Já as exportações seguem intensas.

 Do lado vendedor, muitos pedem preços maiores, fundamentados na atual menor disponibilidade do cereal. Além disso, pesquisas do Cepea apontam que dificuldades logísticas também limitaram os fechamentos na semana.

Fonte: Avicultura Industrial

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com