Imunização é aliada do avicultor no combate à Síndrome da Cabeça Inchada

Escrito por
Atualizado: dezembro 22, 2018

Doença evolui rapidamente na granja e é responsável por alto prejuízo econômico para os produtores

 

Os vírus causadores de doenças respiratórias estão entre as principais fontes de prejuízos na avicultura. “Os problemas sanitários são decisivos para a expansão da produtividade na atividade e, no âmbito global, para o aumento das exportações. As barreiras comerciais tornam-se cada vez mais rígidas e a cadeia produtiva brasileira precisa estar atenta aos procedimentos de biosseguridade para coibir a proliferação de agentes infecciosos. As aves são mais vulneráveis às doenças respiratórias devido à sua fisiologia, a qual dificulta a eliminação de microrganismos e partículas estranhas, aumentando as possibilidades de infecção”, explica Alberto Inoue, gerente de Marketing da BI Fast, unidade de aves e suínos da Boehringer Ingelheim Saúde Animal.

Presente na maioria das granjas ao redor do mundo, o Metapneumovírus Aviário (MPA) é responsável pela infecção no trato respiratório superior das aves e perus, além de estar associado à queda na produção de ovos em poedeiras e matrizes. O vírus, em geral, manifesta-se na forma da Síndrome da Cabeça Inchada (SCI), condição presente em granjas comerciais por todo o mundo. A SCI é conhecida como síndrome pois acomete vários sistemas: o respiratório, passando por urinário, digestivo e reprodutivo.

De transmissão horizontal e via aerógena, o vírus dissemina-se de forma mais rápida em ambientes de calor intenso, má ventilação e clima seco, propícios também para o surgimento de infecções bacterianas secundárias. Os sinais clínicos mais comuns são espirros, secreção ocular e nasal, inchaço dos seios infra orbitais e edema abaixo da mandíbula. Em matrizes e poedeiras também são observadas lesões inflamatórias na região do ovário. “Mesmo com a aparição dos sintomas, o diagnóstico só é possível após coleta e análises laboratoriais, que pode levar dias e colocar em risco a sanidade do plantel como um todo”, alerta Alberto Inoue.

Devido à alta disseminação do MPA, com os consequentes prejuízos para a indústria avícola, os programas vacinais devem garantir a manutenção de altas taxas de imunidade durante toda a vida das aves. “Como a infecção pelo metapneumovírus não pode ser controlada por meio da medicação, a imunoprofilaxia da granja e as medidas de biosseguridade devem ser prioridade dos avicultores”, informa o gerente de Marketing da BI Fast.

A Boehringer Ingelheim Saúde Animal coloca à disposição da atividade a vacina viva liofilizada Nemovac® contra o MPA. A facilidade de aplicação via água diminui o stress do manejo e protege uma maior quantidade de aves.

“Nemovac® é um importante aliado do produtor na busca por produtividade, já que a Síndrome da Cabeça Inchada pode trazer grandes prejuízos ao plantel. Nosso objetivo é reforçar junto ao produtor o portfólio de produtos da Boehringer, que assim como Nemovac®, tem papel fundamental para a boa sanidade da granja”, conclui Alberto Inoue.

Boehringer Ingelheim

Melhorar a saúde e a qualidade de vida de pacientes é o objetivo da Boehringer Ingelheim, companhia farmacêutica voltada à pesquisa. O foco da empresa está nas doenças para as quais ainda não há opções de tratamento satisfatórias e no desenvolvimento de terapias inovadoras que trazem maior expectativa de vida aos pacientes. Em saúde animal, a Boehringer Ingelheim investe em soluções avançadas para prevenção de doenças.

Empresa familiar desde sua fundação, em 1885, a Boehringer é uma das 20 maiores companhias farmacêuticas do mundo. Seus 50.000 funcionários criam valor pela inovação diariamente para as três unidades de negócio: saúde humana, saúde animal e biofármacos. Em 2017, a companhia atingiu faturamento líquido de aproximadamente €18.1 bilhões do total, o investimento em P&D, que ultrapassa os €3 bilhões, corresponde a 17% desse valor.

A Boehringer Ingelheim, por ser uma empresa familiar, planeja por gerações e prioriza o sucesso a longo-prazo em vez de lucro no curto prazo. A companhia ainda visa o crescimento orgânico de seus recursos com postura aberta a parcerias e alianças estratégicas em pesquisa. Em tudo o que faz, a Boehringer naturalmente é responsável com a humanidade e o meio ambiente.

Mais informações sobre a Boehringer Ingelheim podem ser encontradas em www.boehringer-ingelheim.com.br ou em nosso relatório anual (em inglês):http://annualreport.boehringer-ingelheim.com.

 

Boehringer Ingelheim Saúde Animal

A Boehringer Ingelheim é a segunda maior companhia de saúde animal do mundo. Somos comprometidos com o bem-estar animal por meio de nosso vasto portfólio de produtos e serviços avançados de saúde preventiva. Com faturamento líquido de €3.9 bilhões e aproximadamente 10.000 funcionários em todo o mundo, estamos presentes em mais de 150 mercados. Para mais informações, clique aqui.

FONTE: ASSESSORIA TEXTO COMUNICAÇÃO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.